11 de abr de 2012

Na firma

Eu bem que tento mas, não tenho estômago para o mundo corporativo. Ver pessoas de 50,60 anos serem "dispensadas" me dá um bahh na garganta que eu não sei se tudo isso vale a pena. Você estuda, trabalha, aguenta por anos e anos esporro de chefe, aquela dor na barriga pela pressão que sofre, e aí decide que é hora de estudar mais, conseguir um cargo melhor...E, consegue. Ou não. Mas de um dia para o outro a empresa decide que é hora de você parar! Olha que bizarro! E então, aquela mesinha que você sentou-se por mais de 15, 20 anos tem que ser esvaziada até o final do dia. Ah, esqueci de falar: encontraram um que trabalhe por menos e que renda mais que os seus cabelos brancos.

6 de abr de 2012

Tô cansada, emocionalmente. Fiz até trato comigo mesma de não chorar mais a toa e tem dado certo. Mas, tem horas que tudo que você quer é não precisar segurar nada e quebrar todos os copos e vidros que aparecerem na tua frente.
Não adiante fingir, eu não sou mais uma criancinha e não pega bem ter mais de 18, dormir chorando e acordar com os olhos inchados. Então, cabeça erguida e força para enfrentar tudo que vier. E que venha o melhor, por favor.
Obrigada, Deus.