26 de nov de 2011

Assisti esses dias um filme demais, com nome aqui no Brasil "Amizade Colorida". Sim, é uma comédia romântica, mas engana-se quem pensa que é só mais uma. Tem o charmoso do Justin Timberlake e tem a sua bundinha de fora (convenhamos rs)... e dá para se apaixonar fácil por esse filme por inúmeras coisas: trilha sonora (Jump Jump), Justin, cenas apaixonantes de um casal moderno (um conto de fadas da vida real) e também a questão do Alzheimer sendo tratada de forma real. Não vou contar o filme...vale a pena assistir!

Lembrei muito do meu avô ao prestar mais atenção na história...Ele está com um começo de Alzheimer (bemm no começo mesmo, então o efeito do tratamento é bom) e ele esquece de algumas coisas, conta histórias repetidas vezes e eu gostaria que todos tivessem a paciência que o Justin (fiquei íntima dele agora) teve com o seu pai no filme. Meu vô sempre será o meu vô, independente de quantas vezes ele contar uma história, de quantas vezes ele esquecer um fato. Eu amo ele pelo que ele foi e pelo que ele é comigo. E, posso falar? Ele vai tirar isso de letra como fez com tantas outras coisas!

Nenhum comentário: