15 de mar de 2011

Enquanto o trem que espero não vem - Cachorro Grande

Fumando um cigarro eu fico a pensar
Quando eu vou ver você de novo
A brisa bate no meu rosto
A noite vem e passa a revelar
As minhas dúvidas
As minhas explosões
Se você ainda está com medo
Se ainda me guarda segredos
Se o trem que espero vai vir mesmo
Fumando outro cigarro eu fico a lembrar
Das chuvas que nós já tomamos
As confusões que arrumamos
As vezes que saímos sem pagar
Pela cidade escura até o amanhecer
Atrás de algum boteco aberto
Que bom que é ter você por perto
E o trem não tá no horário certo
Que venha o vento
E sopre o tempo
Que passa devagar
E eu paro pra pensar
Se o trem que espero vai vir mesmo
__________________________________________________________________
Depois que eu prestei bastante atenção nesta letra, eu pensei:

- É isso aí...é isso que eu sinto.

Será que é só em mim que bate essa sensação de que por mais que você faça, realize coisas, ainda não foi a “sacada”. Ainda não dei um grito e falei “LEGENDARY!

Algo sempre te puxa e fala: - Ainda não é aí que você tem que estar.

É meio louco eu sei, mas é exatamente assim: “ O trem que espero não vem”...

“Será que o trem que eu espero vai vir mesmo???”.

Mas, cá pra mim: Eu sou paciente. Estou fazendo o meu caminho.

Estou bem perto de gritar - Isso será LEGENDARY!!
Lindi: Se você estiver lendo este texto quero que lembre -se que mesmo eu não tendo muito jeito para dizer coisas bacanas...estamos com você e por você. Para o que precisar.

Um comentário:

Oscar disse...

um dia o trem chega..ele sempre chega..^^