24 de jan de 2011

Imagem: Reprodução
“... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida..."

Sempre que eu me vejo reclamando de alguma coisa, achando que a minha vida irá ficar parada até que tal pendência se resolva, eu procuro lembrar deste trecho do livro das Aprendizagens.

Por que a gente é safado né? Fica esperando a vida estar 100% para tomar uma atitude, tomar impulso e passar a ser protagonistas da nossa vida, matar no peito mesmo (erros e acertos). Fica adiando um pouco de alegria com a desculpa de esperar a felicidade absoluta (a idealizada, a que faz mais sentido na nossa mente do que na realidade). E assim a gente dorme no ponto, em cima dos nossos problemas...

No fim, se a gente parar de reclamar dos apesares...a gente descobre que sobrou muita coisa boa que está ali...bem ao nosso alcance.

3 comentários:

Oscar disse...

Buscar a felicidade verdadeira nas pekenas coisas da vida é o grande desafio..e fazer por onde merecer tais coisas,pekenas e grandiosas,é o grande barato da vida..sair pro mundo com coragem e peito aberto é dificil,mas como diria Paulo coelho

"Para ver o arco-íris,aprenda a gostar da chuva"

e estamos ai,com chuva,sol,granizo,o q for..rsrs

belo texto,bjo

Buba Lima disse...

Cris, Cris, apesar de ser Administradora, tu és poeta, cris...
E discorre sobre belas verdades!

C. disse...

é verdade Oscar...a gente complica tudo e espera a perfeição de tudo e de todos..aíquem sofre somos nós!



Lindi: vc me conhece não sou poeta não...só sou desgarrada do mundo dos negócios...é quase uma maneira de me revoltar kkk!