2 de nov de 2010

Aquele dia que deveria ser.

Quando você me perguntou o que eu queria, eu fiquei pensando: 
- Cara, como esse garoto me pergunta o que eu quero? Como? Nem eu sei o que eu quero.
E quando você disse que iria tentar fazer do meu jeito, eu fiquei pensando:
- Será que ele existe mesmo?
É difícil encontrar alguém para dividir a mesma sobremesa no restaurante e você vem me falando que quer tentar fazer do meu jeito. 
Mas, a pessoa aqui ainda ficou confusa. Vou pensar que nada é imutável. 
Só te peço uma coisa: Vamos tentar ser alegres, juntos?
Eu sei que eu peço coisas sem sentido, e como diria Capital: Coisas que começam pelo fim. Mas, vamos tentar.

Nenhum comentário: