5 de dez de 2009

Não, definitivamente eu não quero ser assim: sem paciência para nada e querendo tudo para ontem!
Tá demais gente! É no trânsito, é no serviço, é na faculdade....é na vida!
Uma coisa que tenho percebido é que nós os pessoinhas zovens e que tem toda uma vida pela frente somos os maiores percussores e adeptos do "quero já e tem que ser agora".

Acho que foi pregado com tanta entonação que devemos viver a vida como se não houvesse o amanhã, que acabamos por levar isso a sério demais. Temos pressa em tudo.
Talvez amanhã? Não, faço hoje, o amanhã não existe...
Ficar em casa e descansar quando eu realmente estou precisando disso? Não, tenho medo de não ter outra oportunidade.


Terminar a faculdade mesmo que no momento não esteja vendo resultado? Não, eu quero sentir os resultados agora.
Construir uma relação bacana, me dedicando, conversando, me mostrando e aceitando conhecer...?? Não, eu quero amor pronto para viagem!
E aí estamos nós com uma angústiaa. Angústia de ver os dias passarem  e achar que não se conseguiu fazer tudo o que manda o folhetim, ou tudo o que eu deveria ter feito, caso hoje seja o meu último dia aqui na terrinha!



Resultado: dias insanos, baladas bombando (seguida de bode), uma quase amizade, uma quase alegria, um quase namoro, uma quase certeza...uma meia vida....Afinal, nada se consegue terminar...teve -se quase tudo....teve -se quase nada.

Nenhum comentário: