26 de dez de 2009

2009




Para  mim este ano este ano foi como aquela música preferida que a gente escuta dez mil vezes e não se cansa. É essa sensação que vou carregar de 2009. Este ano teve decisões, teve oportunidades, teve segundas - chances, teve reencontro, teve namorado e emprego inesperados.
Eu que nunca imagine vê-lo de novo, me tornei sua namorada...e sou feliz por isso...por ter dito aquele sim que não foi dito somente para ele,mas em primeiro lugar para mim! Ele que às vezes me faz pensar: comofaz?, que me leva para ver Nando Reis e que quando me olha  daquele jeito que só ele sabe...faz tudo fazer sentido. Enquanto tiver perguntas, vou querer todas as respostas.

Falar dele e desses quase 11 meses já juntos é  complicado. Às vezes acho  que tenho todas as certezas e que só existe nós no mundo. Às vezes acho tudo ao contrário. É complicado. É diferente. É lindo. É completo e simultâneamente incompleto. Acho que é como deve ser. Mas quero que vejamos cada vez mais, nossas partes se juntando. É estranho porque faz quase um ano que nos reencontramos e eu lembro perfeitamente de como me sentia horas antes de te ver... e horas depois de ter voltado do nosso segundo primeiro encontro. E poxa, a sensação é boa demais. A sensação que tinha era de encaixe. Como se tivesse rodado o mundo inteiro e estivesse voltando para casa naquele momento. É graças à  esses e outros sentimentos que estamos aqui. Há!


'Na vida, as coisas mais doces custam muito a amadurecer. Mas isso é pensamento de gente grande, deixa pra lá.'  Caio Fernando Abreu

2009 teve casa nova. Teve amadurecimento. Teve momentos de chorar baixinho antes de dormir e teve dias deliciosos dançando na sala  com o pai e correndo atrás da família pra pedir abraço. 2009 teve a vontade cada vez mais forte de que outra cidade seria um bom lugar para viver... E a vontade fica...


2009 teve idas na missa depois de umas duas semanas sem ir, com direito a um sentimento de saudade de Deus que eu não sentia há tempos. Sabe, aquela sensação de "não quero ficar longe de VOCÊ. Nunca me deixe esquecer de VOCÊ"...Nem eu sabia que sentia tanta falta. Sensação estranha. Eu posso ter sono na missa, ou então às vezes não prestar muita atenção no que é dito...mas no fundo eu sei que lá é que eu sempre volto. Seja para agradecer, para pedir, para escutar ou até mesmo para dar um olá e ficar em silêncio... É lá que eu consigo ouvir as respostas que estão no meu coração...Descobri o que eu preciso e o que é prioridade pra mim.

2009 me deu um emprego. Um emprego que apesar de ter escalas loucas e horários malucos, me dá vontade de estar lá todos os dias. Emprego que me trouxe momentos gostosos e colegas de trabalho que me fazem rir muito. Emprego este que se tornou um espaço meu. Que me proporcionou uma festa de fim de ano deliciosa, cheia de risadas, de bebidinhas, de fotos, de músicas anos 60, de chegar em em casa quase 02 horas da manhã e feliz!

"Não tenha medo, menino. Você vai encontrar um jeito certo, embora não exista o jeito certo. Mas você vai encontrar o seu jeito, e é ele que importa. Se você souber segurar, pode até ser bonito."

2009 me fez ver que liberdade é algo que eu preciso. Seja de falar. Seja de tomar decisões. E me fez ver que a maioria das brigas que tive com minha mãe foi por esse motivo. Não quero discutir, então a gente vai levando e falando aos poucos o que é essencial pra mim... não posso engulir e acatar à coisas que não concordo. Amo ela  e sei que ela tem muito para me ensinar...mas no meu coração tem perguntas, tem vontades, tem coisas que eu preciso descobrir por mim mesma.

2009 teve decepção na família. Sofri por ver meu pai sofrer por acabar ficando mais distante dos únicos laços que restam de sua família... Fiquei triste por ver que a aparência é mais importante do que o coração em alguns lugares... Mas me fez ver que eu quero ter uma cabeça legal e uma família sempre unida.
2009 teve formatura da Josi e teve uma vontade enorme de ver ela com alguém bacana, e a vontade só aumenta a cada dia. Tenho certeza que ela vai achar quem ela procura.
2009 me deu coragem para assumir as consequências por cada decisão tomada, por cada palavra dita e por cada promessa feita. Me deu a oportunidade de deixar bem claro na minha mente, onde eu quero chegar, o que eu quero para mim. Finalmente, percebi que não importa onde eu esteja hoje, porque amanhã tudo vai se arrumar...e se não for do jeito que eu sonhei, será de um jeito muito melhor!!!


2009 teve muita coisa, que não caberia aqui... Obrigada por tudo....e que venha 2010 abençoado por Deus!

5 de dez de 2009

Não, definitivamente eu não quero ser assim: sem paciência para nada e querendo tudo para ontem!
Tá demais gente! É no trânsito, é no serviço, é na faculdade....é na vida!
Uma coisa que tenho percebido é que nós os pessoinhas zovens e que tem toda uma vida pela frente somos os maiores percussores e adeptos do "quero já e tem que ser agora".

Acho que foi pregado com tanta entonação que devemos viver a vida como se não houvesse o amanhã, que acabamos por levar isso a sério demais. Temos pressa em tudo.
Talvez amanhã? Não, faço hoje, o amanhã não existe...
Ficar em casa e descansar quando eu realmente estou precisando disso? Não, tenho medo de não ter outra oportunidade.


Terminar a faculdade mesmo que no momento não esteja vendo resultado? Não, eu quero sentir os resultados agora.
Construir uma relação bacana, me dedicando, conversando, me mostrando e aceitando conhecer...?? Não, eu quero amor pronto para viagem!
E aí estamos nós com uma angústiaa. Angústia de ver os dias passarem  e achar que não se conseguiu fazer tudo o que manda o folhetim, ou tudo o que eu deveria ter feito, caso hoje seja o meu último dia aqui na terrinha!


3 de dez de 2009

O que quero pra minha vida vai além do convencional: paz, amor e dinheiro no bolso.

Eu quero ter paz sim, mas não aquela coisa morta e pasma que te deixa envolta em uma bolha de paz cintilante.
Eu quero a paz na agitação, sabe aquele clima de que você pode fazer várias coisas....de que se você quiser, você pode começar tudo de novo.
Aquela paz que te garante que se achar que deve você pode fazer uma segunda faculdade que não complemente (visto de fora) a sua primeira formação de Administração. 
Mas quero ter a paz para sentir que se estiver no emprego certo, no lugar certo, a segunda faculdade pode ser só um hobby.
Quero ter paz para usar toda a minha força e argumentos para conseguir aquilo que quero.No entanto, se aquela discussão não for levar a nada e eu perceber que as barreiras estão fora do meu controle... quero ter a paz de esperar o meu momento, a hora em que eu poderei agir por mim mesma.
Eu quero amor. Muito amor. Mas não aquele amor que está comigo só quando o posso tocar, e sim aquele amor que está nos meus pensamentos todo  instante, toda hora que encontrar uma coisa boa na vida. O contrário, quero que seja recíproco.
Não quero um amor de carne. Não só de pele. Quero um amor que quando me tocar, eu consiga sentir todo o  amor que construímos. E que não tenha simplesmente a impressão de que há "um corpo estranho" em mim....Há!
Quero um amor para ter sonhos juntos  planejar viagens na última hora. Quero um amor para que olhemos juntos na mesma direção.
Eu quero um amor que me deseje sempre, assim como eu quero desejá-lo e que eu sinta que somos os dois de corpo e mente.
Quero um amor para fazer coisas que temos vontades. Não digo loucuras, por que não quero ter a "necessidade" de fazer as coisas que todos estão fazendo e que é "cool"...Quero poder fazer o que realmente eu quero.... Quero cama, motel  e praia sim...quero em cima da cama, debaixo da escada...mas quero sentir a Cristiane alí, por inteira...
Quero muita coisaaa , por isso ...