23 de dez de 2008

Desdando os nós e encerrando ciclos.

Ao passar por um tempo de consfusão e questões emocionais... onde não parava de me perguntar...toda vez que falava com a pessoa: Será? E se ele for o cara? E se??
Mas a cada atitude dele...cada demonstração dizia totalmente o contrário.... Então declaro fim. Fim de ilusões e promessas, fim de imaginações, fim de dúvidas. Quero coisas reais e amigo se vc não pode me oferecer isso, sinto muito!
Voltando: Eis que ao ler uma entrevista da Jessica Parker para a Gloss :
"Gloss: No seriado você passava a maior parte do tempo debatendo questões que as mulheres enfrentam – principalmente as solteiras. Você já passou por problemas parecidos com os dela? R.:Sempre tive uma idéia muito clara do que me deixava feliz, sempre soube como queria viver. Sonhava em ficar com um bom homem e encontrei isso em Matthew. Juntos nós conseguimos criar uma vida bacana e super família. Tomamos café da manhã juntos, jantamos com nosso filho... "
Deus me mandou a luzinha que ajudou a esclarecer algumas coisas aq na minha cabeça (claro que depois de algumas conversas com mãe e pai...rs)! E fiquei me perguntando? Eu sei oq me deixa feliz?! Opa, claro! Então pq pareço ir justamento para o lado oposto a este caminho! Bora fazer meia volta e tomar o prumo menina!
Sabe oq é? Tinha medo de falar certas coisas, magoar as pessoas, não saber como acabar coisas que não haviam começado...e sempre tinha a necessidade de querer encerrar CORRETAMENTE todos os casinhos da minha pequena vida, de modo a não deixar sombras de dúvida para mim e para o outro...
Mas sofria a beça até chegar nesse ponto pq eu pensava horas a fio em como falar...em como seria recebida. Até que acabava levando um lambada da pessoa por ser super sincera e querer deixar tudo claro! Mas a gente vai escutando as pessoas, vai vivendo e vê que não se deve ter um padrão para agir com tudo e todos e sim que para cada situação, de acordo com as coisas que foram vividas...um simples olhar, uma palavra, um silêncio fala muito mais...
E nem por isso deixei de ser honesta, pelo contrário, demonstro amor e cuidado por mim, afinal para que despender tamanha energia com situações e pessoas que parecem não demonstrar o mesmo?! E como diz o meu vô: "Se andar na linha o trem pega"...
Chega de ser tãoooo certinha, tão encanada!
Tenho um objetivo e sei muito bem oq me faz feliz... pode até tardar, mas não vou agir pelo desespero ... Sei como quero viver!

Um comentário:

Poemas e Cotidiano disse...

Minha amiga!
Um texto bonito e reflexivo.
E para quem ja viveu muitos anos alem do que voce viveu, aqui vai um conselhinho: Seja voce mesma, em todas as situacoes de sua vida, e siga sempre o seu coracao.
Voce nunca vai errar.

Beijos carinhosos
FELIZ NATAL
Mary