29 de jul de 2008

Cotidiano


"Acho q a gente pode se dar bem"


e não é que eu acredito em você...
Me chamou a atenção, conversamos e depois disso tudo entre nós ficou meio distante, não nos víamos mais, nossoa horários não batiam...e eu apressada tratei logo de tentar conhecer outros...mas nada que me comovesse.

Vez ou outra você aparecia e sugeria que queria manter o contato. Mas nada concreto. Odeio isso.

Até que um dia, você me ligou naquela manhã vazia (sorry Ira!) e na mente (ao contrário da música) já não tinha mais tantas fantasias.

Mas foi te ver, te escutar, ver seu "jeitinho" e eu voltei a acreditar no que você tinha dito:

" Acho q a gente pode se dar bem".

Para mim as palavras tem grande importância...espero que para você também!

Ai menino, coloco fé em você...