26 de dez de 2007

Natal

Ele chegou tão rápido, e com a mesma velocidade foi embora.Estava falando pra minha mãe, que antigamente dava tempo de preparar, esperar ansiosa o natal.Hoje não, ele simplesmente chega.
Dias felizes, com a família reunida em volta da mesa, vô fazendo mil e uma palhaçadas, noite dormida na vó para poder cuidar dos primos no dia seguinte....E lá fomos nós: correndo atrás deles o dia todo, e tentando conter a louca vontade deles de empinar pipa freneticamente.Socorro.Mas eu amo aqueles guris, me puxando pelas mãos e com a vozinha mais fofa, do nada, dizendo: “Eu gosto de você”! Derruba qualquer um.Sem falar nas gravações feitas no meu cel., com eles gritando e falando palavrões e o outro olhando com cara de “olha o que ele disse”, eles me matam de rir.
Temos dois motivos para comemorar o natal....um é o próprio, outro é o niver do meu pai querido, aquele que a gente briga por demais, mas minha mãe sempre diz que é porque somos parecidos demais, pois com a mesma freqüência que discutimos, rimos juntos e das mesmas coisas...

Que essa alegria, essa vontade em estar junto permaneça pelo ano inteiro em nossos corações!

Um comentário:

Divã disse...
Este comentário foi removido pelo autor.